Muitas bailarinas pulam o alongamento e exercícios e vão direto e resto pra dança. Mas isso pode trazer conseqüências a curto e a longo prazo pra saúde de seu corpo. E também, afeta diretamente na qualidade dos seus movimentos e na sua disposição pra dançar. 

                       Os exercícios devem fazer parte da rotina de uma bailarina assim como a dança, e na minha opinião até mais. Na minha rotina eu tenho mais praticas de alongamento e fortalecimento, do que de dança em si. E acho que isso conta muito na qualidade de meus movimentos. 

                       Muitas vezes nós vamos pra workshops e cursos longos, as vezes passamos até o dia inteiro dançando, e nesses eventos absorvemos muito mais o conhecimento quando estamos dispostas, quando ficamos cansadas rapidamente, passamos a não absorver mais tanto as sugestões das professoras e passos.

                       Mesmo para as bailarinas que se preparam em casa, é necessário se dedicar pelo menos alguns minutos pros exercícios de fortalecimento. Muitas vezes quando estamos no palco, nossos músculos podem ficar trêmulos devido a adrenalina, e não devemos nunca deixar pra utilizar o máximo da nossa força no palco, pois isso pode te prejudicar com lesões e também com surpresas indesejadas no momento da dança.

                         Por exemplo, em um movimento de variação de levels, ou de level drops, onde utilizamos toda a força dos músculos da coxa, se ele nao estiver fortalecido, somado a adrenalina, ele pode sim falhar bem na hora da sua aprensentação.

                       Tal como quando voce faz um super cambree no palco, e mesmo ele saindo lindo pra plateia depois voce pode ficar dolorida e até mesmo se machucar.  Pra te ajudar com isso, eu postei algumas aulas gratuitas no meu canal, essas aulas, são pequenos trechos de aulas do curso Aprofundamento técnico e musicalidade. Nesse curso as aulas possuem de 50 minutos até 1hora e 20 de duração. Nele também estudamos os estilos, aprendemos passos mais avançados do Fusion, alguns passos do ATS que utilizamos nas fusões de Flamenco, dança indiana, e outros estilos, todos com coreografia e explicações detalhadas. 

Para acessar as aulas gratuitas, se inscreva no meu canal do youtube e ative o sininho de notificações: 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *